terça-feira, 19 de julho de 2011

O Astro




Nesses últimos dias temos visto muitas matérias sobre a astrologia, nas novelas, reportagens,varias emissoras dando muita ênfase a tais ocorrências e acontecimentos neste contexto a própria emissora de TV  estará inicializando uma tele novela cujo tema em foque e a astrologia, com requintes orientais e magias as quais infelizmente muitos de nossa gente são envolvidas sorrateiramente sem  sequer perceberem o mal que lhes afligem, na verdade os tais se afundam cada vez mais em uma busca desenfreada no ocultismo quando  somente Cristo Jesus tem o poder de retirar-lhes do fundo do posso.
O Salmo 42.7 declara que "um abismo chama outro abismo", Um passo errado no caminho religioso conduz a outros até o fundo do poço.
Como você pode melhorar sua vida, ter sucesso no amor e conseguir dinheiro? Muitas pessoas procuram a resposta na meditação, astrologia, numerologia, desenvolvimento de habilidades psíquicas, reza a gurus, viagem astral, Tarô, contato com mortos, bruxaria, etc. Todo dia, milhões consultam o horóscopo nos jornais na esperança de melhorar suas perspectivas na vida. Sabe-se que até mesmo líderes mundiais tomam suas decisões com base nas estrelas.

A astrologia

 Segundo a Enciclopédia Delta Universal, a astrologia “baseia-se na crença de que os corpos celestes distribuem-se de tal forma que podem revelar o futuro, a personalidade e o caráter das pessoas”. Os astrólogos afirmam que as posições precisas dos planetas e dos signos do zodíaco no momento em que a pessoa nasceu podem influenciar o rumo da vida dela. A posição desses corpos celestes num determinado momento é chamada de horóscopo.

 A crença na astrologia é antiga. Há cerca de quatro mil anos os babilônios começaram a predizer o futuro com base nas posições do Sol, da Lua e dos cinco planetas mais visíveis. Alegavam que esses corpos celestes exerciam certa influência sobre o comportamento humano. Mais tarde eles incorporaram os signos do zodíaco nas suas predições.

História de fracasso

 A Bíblia mostra a relação entre a Babilônia e a astrologia, e muitas vezes faz referência aos astrólogos babilônios. (Daniel 4:7; 7 Então entraram os magos, os astrólogos, os caldeus e os adivinhadores, e eu contei o sonho diante deles; mas não me fizeram saber a sua interpretação. 5:7, 11 Há no teu reino um homem, no qual há o espírito dos deuses santos; e nos dias de teu pai se achou nele luz, e inteligência, e sabedoria, como a sabedoria dos deuses; e teu pai, o rei Nabucodonosor, sim, teu pai, o rei, o constituiu mestre dos magos, dos astrólogos, dos caldeus e dos adivinhadores; E gritou o rei com força, que se introduzissem os astrólogos, os caldeus e os adivinhadores; e falou o rei, dizendo aos sábios de Babilônia: Qualquer que ler este escrito, e me declarar a sua interpretação, será vestido de púrpura, e trará uma cadeia de ouro ao pescoço e, no reino, será o terceiro governante.) Nos dias do profeta Daniel, a astrologia era tão difundida na Caldéia (Babilônia) que usar o termo “caldeu” era praticamente o mesmo que se referir aos astrólogos.Daniel presenciou não só a influência da astrologia em Babilônia, mas também o fracasso dos astrólogos em predizer a queda da cidade. (Daniel 2:27, 28 Respondeu Daniel na presença do rei, dizendo: O segredo que o rei requer, nem sábios, nem astrólogos, nem magos, nem adivinhos o podem declarar ao rei; Mas há um Deus no céu, o qual revela os mistérios; ele, pois, fez saber ao rei Nabucodonosor o que há de acontecer nos últimos dias; o teu sonho e as visões da tua cabeça que tiveste na tua cama são estes:) Observe o que o profeta Isaías tinha predito com exatidão dois séculos antes. Ele escreveu com desprezo: “Que os seus astrólogos se apresentem e a ajudem! Eles estudam o céu e ficam olhando para as estrelas a fim de dizerem, todos os meses, o que vai acontecer com você. Eles não poderão se salvar.” — Isaías 47: 12 Deixa-te estar com os teus encantamentos, e com a multidão das tuas feitiçarias, em que trabalhaste desde a tua mocidade, a ver se podes tirar proveito, ou se porventura te podes fortalecer. 13  Cansaste-te na multidão dos teus conselhos; levantem-se pois agora os agoureiros dos céus, os que contemplavam os astros, os prognosticadores das luas novas, e salvem-te do que há de vir sobre ti.14  Eis que serão como a pragana, o fogo os queimará; não poderão salvar a sua vida do poder das chamas; não haverá brasas, para se aquentar, nem fogo para se assentar junto dele.15  Assim serão para contigo aqueles com quem trabalhaste, os teus negociantes desde a tua mocidade; cada qual irá vagueando pelo seu caminho; ninguém te salvará.Bíblia na Linguagem de Hoje.Parece que os astrólogos babilônios não conseguiram prever a queda de sua cidade mesmo com poucas horas de antecedência. E quando o julgamento desfavorável do próprio Deus apareceu na parede do palácio do Rei Belsazar, os astrólogos foram incapazes de interpretar a escrita criptográfica. — Daniel 5:7,8. 8 Então entraram todos os sábios do rei; mas não puderam ler o escrito, nem fazer saber ao rei a sua interpretação. Hoje em dia, os astrólogos ainda são incapazes de predizer eventos importantes. Depois de examinar mais de três mil predições astrológicas específicas, os investigadores científicos Robert Culver e Philip Ianna concluíram que apenas 10% eram exatas. Qualquer analista bem-informado poderia fazer melhor.

Ensinos bíblicos

 Mas os profetas hebreus não rejeitavam a astrologia simplesmente por causa de seu óbvio fracasso em predizer o futuro com exatidão. A Lei que Deus transmitiu a Moisés dava aos israelitas alertas específicos contra procurar presságios. A Lei declarava: “Não se deve achar em ti. alguém que empregue adivinhação. ou quem procure presságios. Todo aquele que faz tais coisas é algo detestável para Javé.” — Deuteronômio 18:10, 12. As abominações das nações são proibidas9 Quando entrares na terra que o SENHOR teu Deus te der, não aprenderás a fazer conforme as abominações daquelas nações. 10  Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro;11  Nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos;12  Pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao SENHOR; e por estas abominações o SENHOR teu Deus os lança fora de diante de ti.13  Perfeito serás, como o SENHOR teu Deus.14  Porque estas nações, que hás de possuir, ouvem os prognosticadores e os adivinhadores; porém a ti o SENHOR teu Deus não permitiu tal coisa.
Embora a palavra astrologia não apareça nesses versículos, é claro que a proibição incluía essa prática. A Encyclopédia Britânica menciona que a astrologia é um “tipo de adivinhação que consiste em predizer o que acontece na Terra e com os humanos por observar e interpretar a posição das estrelas fixas, do Sol, da Lua e dos planetas”. Todas as formas de adivinhação — seja com base nas estrelas ou em outros objetos — violam as orientações divinas. Por quê? Por boas razões.

 Em vez de responsabilizar as estrelas por nossos sucessos e fracassos, a Bíblia diz claramente que “o que o homem semear, isso também ceifará”. (Gálatas 6:7) Deus nos considera responsáveis por nossas ações, já que temos livre-arbítrio. (Deuteronômio 30:19, 20; 19 Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, de que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência,20  Amando ao SENHOR teu Deus, dando ouvidos à sua voz, e achegando-te a ele; pois ele é a tua vida, e o prolongamento dos teus dias; para que fiques na terra que o SENHOR jurou a teus pais, a Abraão, a Isaque, e a Jacó, que lhes havia de dar. Romanos 14:12) É verdade que, em resultado de acontecimentos além do nosso controle, podemos sofrer um acidente ou contrair uma doença. Mas a Bíblia explica que essas calamidades acontecem por causa do ‘tempo e do imprevisto’, não por causa do horóscopo. — Eclesiastes 9:11. 11 Voltei-me, e vi debaixo do sol que não é dos ligeiros a carreira, nem dos fortes a batalha, nem tampouco dos sábios o pão, nem tampouco dos prudentes as riquezas, nem tampouco dos entendidos o favor, mas que o tempo e a oportunidade ocorrem a todos. No que se refere aos relacionamentos humanos, a Bíblia nos exorta a desenvolver qualidades como compaixão, benignidade, humildade mental, brandura, longanimidade e amor. (Colossenses 3:) 12 Sepultados com ele no batismo, nele também ressuscitastes pela fé no poder de Deus, que o ressuscitou dentre os mortos. 13  E, quando vós estáveis mortos nos pecados, e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com ele, perdoando-vos todas as ofensas,14  Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz.15  E, despojando os principados e potestades, os expôs publicamente e deles triunfou em si mesmo.16  Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados, Essas qualidades são a chave para fazer amizades duradouras e fortalecer o casamento.

 Por tanto Fica claro que a astrologia não é confiável e é enganosa. Poderia fazer-nos culpar as estrelas pelos nossos erros em vez de nós mesmos. Acima de tudo, é claramente condenada pela Palavra de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário